Prevenção do Abuso de Álcool



Porquê Falar de copos quando é muito mais divertido bebê-los?


Porque, como sabes, falar dos problemas é é o primeiro passo para os resolver ou, melhor ainda, prevenir.
O consumo excessivo de bebidas alcoólicas é, realmente, um problema grave para muitos jovens. A última coisa que pretendemos é que passe a ser também o teu problema.

Beber uns copos com os amigos é, um prazer que pode ser totalmente inofensivo e não há qualquer razão para que uma pessoa saudável prescinda dele. Mas se não acostumares beber ou não te apetecer podes divertir-te na mesma maneira com eles.

Beber com Inteligência e bom senso, para que os danos nunca sejam maiores do que o prazer.alcool_1.jpg

As maiores tretas que já ouviste sobre o álcool



Treta 1

O álcool até faz bem.

Na maior parte das vezes, não faz. O álcool actua sobre o sistema nervoso e pode fazer as pessoas sentirem-se bem quando bebem. No entanto, essa sensação desaparece rapidamente e o efeito real raramente é benéfico. A menos que sejas um homem com mais de 40 anos ou uma mulher pós-menopausa e bebas um ou dois copos por dia....

Treta 2

As bebidas energéticas e os sumos misturados com álcool são inofensivos.

Não te fies nisso! O facto de o álcool se encontrar misturado com outras bebidas não reduz em nada o seu efeito. Principalmente, se beberes ainda mais, pensando que "isto não faz nada".

Treta 3

O álcool bebido durante as refeições não faz efeitos

Claro que faz! Embora a absorção do álcool misturado com outros alimentos seja mais lenta, não deixa de ter efeitos negativos sobre o teu organismo. Além disso, o álcool em excesso reduz a tua capacidade de reacção, dá-te sono e diminui a tua lucidez.

Treta 4

O café cura a ressacas.

Um café, um duche ou até o ar fresco podem fazer acelerar a recuperação de quem está de ressaca, mas não te iludas: isso não resolve o verdadeiro problema, que é o excesso de álcool no sangue.



Treta 5

Depois de uma soneca o álcool no corpo desaparece.

Era bom! O teu organismo elimina, em 1 a 2 horas, o álcool de cada copo de vinho, whisky ou cerveja que consomes.
Portanto, se beberes muitos copos à noite, é quase certo que acordarás na manhã seguinte ainda com muito álcool no sangue.


Treta 6

O álcool aumenta a performance sexual.

Achas que sim? Então é porque nunca tiveste sexo com alguém com os copos. Pergunta a quem já tenha tido e verás que a experiência foi tudo menos inesquecível.
Aliás, como é que o sexo depois do álcool pode ser inesquecível para quem bebe, se nem te lembras de nada na manhã seguinte?
Se seduzires, não bebas!


O lado menos divertido dos copos.

Beber pode ser divertido....ou não. O álcool em excesso raramente traz boas notícias e pode mesmo levar a um final muito pouco feliz.



O que o excesso de álcool faz à tua vida social:alcool_2.jpg


  • Aumenta a tua agressividade.
  • Afecta a tua lucidez e bom senso.
  • Diminui a tua noção de riscos.
  • Afecta a tua capacidade de conduzir (perda de reflexos, da atenção, do alcance da visão, sono, etc.)
  • Consome o teu dinheiro.
  • Prejudica ou até destrói as tuas relações pessoais ( sobretudo, com os teus pais e namorada ou namorado).
  • Leva a comportamentos sexuais de risco.
  • Provoca o teu insucesso escolar e profissional.
  • Traz-te grave problemas sociais(até mesmo a prisão).
  • Produz acidentes, muitas vezes mortais (na estrada, em casa, no trabalho, na praia, etc).

O que o excesso de álcool faz à tua saúde:


  • Engorda.
  • Provoca dependência.
  • Provoca depressão e ansiedade.
  • Provoca gastrites e úlceras.
  • Faz aumento a pressão arterial e o risco de doença coronária e cerebrovascular.
  • Provoca cirrose hepática e outras doenças do fígado.
  • Provoca cancro da boca e da garganta.
  • Pode levar ao coma e até à morte.

Afinal, quem manda em ti?? Tu ou aquilo que bebes??alcool.jpg


Há formas muitos simples de evitar os principais danos causados pelo álcool. A principal é óbvia:
Saber quando deves parar.Mas há outras. Por exemplo:
  • Alternar o consumo de bebidas alcoólicos com não alcoólicas e com alimentos sólidos.
  • Evitar misturas "explosivas".
  • Levar em consideração o forte teor alcoólico dos "shots"
  • Beber devagar e em goles pequenos.
  • Aumenta a componente não alcoólico das bebidas mistas (vodka-limão, gin tónico, cuba-libre, etc.)
  • Pousar o copo. Assim, beberás menos e mais devagar.
  • Nunca conduzir depois de beber- mesmo que penses que "estás bem".
  • Beber apenas o que realmente te apetece e ao teu ritmo, independentemente dos outros.


Fonte de Informação: IDT (Instituto da Droga e da Toxicodependência)
Imagens retiradas de: Google Imagens